Royal

faleconosco@royal.net.br

Inicio

Pergunte pra Monary - Não declarei o Imposto de Renda e tive descontos na fonte, e agora?


Por Mariana Monary
Redação Royal Express
14/05/2019 7h42

Muita gente que tem desconto direto nos valores recebidos do Imposto de Renda, ainda que saiba que precise, não tem declarado as fontes de rendimentos a Receita Federal.
Então a dúvida que se surge a partir daí é, E agora?
O que fazer quando não declaro meu IR?

Todas as pessoas que recebem hoje, maio de 2019, rendimentos acima de R$ 1903,98 tem o valor do Imposto de Renda descontado direto nos recebíveis.
Essas pessoas obrigatoriamente precisam declarar o Imposto de Renda da Pessoa Física.
Neste ano, 30,6 milhões de brasileiros enviaram a declaração dentro do prazo, estipulado pela Receita Federal.
Os dados mostram se a pessoa pagou os impostos devidamente, sob aquilo que arrecadou de recursos, e quanto o governo deve devolver para idosos e pessoas com deficiência, desses pagamentos.
Pessoas comuns também recebem os rendimentos, mas são em grau menor.
Isso porque, geralmente as pessoas sem qualquer tipo de deficiência ou idosas, não estão isentas de muitas cobranças.

Se você precisava declarar o Imposto e não o fez, deve correr.
A Receita Federal ainda recebe as declarações atrasadas, mas precisa se pagar uma multa.
O valor da multa pode ser de no mínimo R$ 165,00 e no máximo 20% do valor do Imposto devido e declarado.
Isso quer dizer, que se uma pessoa declarar R$ 40 Mil de rendimentos, pagaria R$ 8000,00 de multa pelo atraso a União.
Por isso é importante não deixar de declarar, e mais do que isso, não perder o prazo.

Agora se a pessoa mesmo assim não declarar, porque não quer ou porque não quer se submeter ao pagamento da multa, a partir de julho de 2019, a coisa fica mais séria.
As pessoas não declarantes ficam impedidas de contrair financiamentos de alto valor junto a bancos e instituições financeiras, de tirar documento de Passaporte para sair do país, e de assumir cargos públicos em qualquer esfera.
Os dados estão interligados ao CPF, então qualquer uma dessas operações será imediatamente invalidada se for realizada.
Se a Receita constatar um número grande de recebíveis sem ser declarado, ou seja, acima de R$ 50 Mil, somadas as contribuições de 12 meses, a pessoa pode se enquadrar no crime de sonegação fiscal.
Assim, ser processada e até ir para a cadeia por conta disso.
Imposto é coisa séria, e prestar contas sobre ele, essencial.

Tem alguma dúvida?
Então Pergunte pra Monary! - marianamonary@royal.net.br

Coluna de 7 de maio - Como faço meu testamento

Colunas publicadas em abril de 2019

Copyright (c) 2019. - Royal Express

|

Compartilhar no Whatsapp